Franquias e negocios
Pagina inicial / Notícias sobre franquias / Como evitar possíveis fracassos na hora de abir seu próprio negócio? /
data da postagem: 05/08/2016

Como evitar possíveis fracassos na hora de abir seu próprio negócio?

Mesmo sem “fórmula pronta”, é necessário ficar atento ao investimento



O brasileiro está buscando alternativas. Com o turbulento cenário econômico atual, muitas pessoas buscam um novo mercado para empreender. Contudo, aos que se aventuram ao novo nicho, é preciso ficar atento quanto a possíveis ações que façam seu negócio começar com o “pé esquerdo”, acarretando possíveis fracassos logo no início.

 

Uma pesquisa realizada no final de 2015 pela Amway Global Entrepreneurship Report (AGER) aponta que mais da metade dos residentes no Brasil deseja abrir seu próprio negócio ou empreender em outras áreas. São 58% no território nacional contra 43% da média global.

 

Em contrapartida, um levantamento feito pelo IBGE no ano de 2013 mostrou que quase metade das empresas abertas nos quatro anos anteriores, fechou as portas. Em números, dos 694 mil estabelecimentos nascidos em 2009, somente 47,5% sobreviveu aos quatro anos posteriores.

 

Sendo assim, cabe ao investidor atenção e muito cuidado com suas ações empreendedoras. Planejamento, conhecimento de mercado e até mesmo a concorrência são pontos que contribuem para o sucesso.

 

“Para se ter um negócio, é necessário saber o tipo de ação que precisa fazer, entender o público-alvo, como chegar nesse público, falar a mesma língua que ele”, afirma Marcelo Salomão, diretor da Gigatron Franchising, empresa do ramo de tecnologia. “É preciso acompanhá-los de perto, quais ações estão fazendo, quais já foram feitas. Também aliar preços e promoções”, salienta.

 

É fundamental uma profunda pesquisa de campo a fim de analisar todos os aspectos do mercado, independentemente do segmento. Um empreendedor esclarecido e conhecedor do ambiente que se encontra, com toda certeza terá mais lucidez na hora de tomada de decisões em prol do empreendimento. Tudo se resume ao esforço e ao tempo que você focará em seu projeto. Todo estímulo é válido.

 

Outro aspecto importantíssimo é a sua afinidade com a área escolhida para investir. “Não adianta fazer algo que não gosta. Por exemplo, em meu caso, adoro tecnologia, coisas inovadoras, pessoas. Por isso, faço tudo com muita paixão. Seja um empreendedor de sucesso mesmo não ganhando muito dinheiro, sendo feliz com suas escolhas e suas conquistas”, afirma Marcelo Salomão.

 

O “fracasso” não está associado necessariamente a competência e não há uma fórmula a se seguir, todavia, com esclarecimento, estudo e resiliência ele poderá ser evitado em muitos casos.

 

 


Outras noticias