Franquias e negocios
Pagina inicial / Notícias sobre franquias / Virtuozo apresenta novidades em sua atualização /
data da postagem: 15/06/2016

Virtuozo apresenta novidades em sua atualização

Com o lançamento na ABF Franchising Expo, software conta, agora, com serviços fiscais



A Startup desenvolvida pela Gigatron no ano de 2015, o Virtuozo, ganha uma nova atualização. Agora, notas fiscais eletrônicas e boletos bancários poderão ser emitidos com o software, que ainda conta com mais uma novidade: um novo modelo de negócio, onde a empresa poderá utilizar sua marca e identidade visual para comercializar o sistema.

 

O lançamento está previsto para ser feito na ABF Franchising Expo, que teve início hoje (15 de junho) e tem seu término marcado para o próximo dia 18. A feira é considerada uma das mais importantes do segmento. Para a edição deste ano, são esperados 60 mil visitantes nos quatro dias do evento.

 

O Virtuozo é conhecido por proporcionar uma responsabilidade financeira tanto para pessoas jurídicas quanto físicas, com a possibilidade de consulta de contas a pagar, a receber, fluxo de caixa e demais funcionalidades administrativas.

 

“É um produto desenvolvido para atender às PME (pequenas e médias empresas), oferecendo-lhes modos para organizar sua vida financeira, sem que isso gere mais um gasto com software que atenda essa necessidade", explica Marcelo Salomão, diretor executivo da Gigatron.

 

O “White Label”, além da possibilidade de emissão das notas fiscais eletrônicas e boletos bancários, é a novidade na atualização. Nele, a empresa poderá empregar sua identidade visual juntamente da marca para comercializar o produto a outros estabelecimentos.

 

“A primeira versão do Virtuozo não oferecia serviços de recursos fiscais, mas, apenas de gestão na administração. Agora, o software começa a atender um público que precisa e é obrigado a utilizar esses recursos”, destaca Marcelo.

 

Ainda sobre a emissão das NF-e's, o serviço “On Demand” (sobre demanda) também será instaurado. Ou seja, um preço fixo para empresas de alto volume e para empresas que não utilizam tanto a medida, um valor por emissão. “Por exemplo, em uma serralheria são emitidas cinco notas fiscais por mês. É cobrado por nota fiscal e não um preço fixo mensal”, salienta o diretor.

 

Além disso, o software apresenta conteúdo responsivo e permite o acesso via celulares, tablets e computadores. “Por isso, não é mais necessário o uso de aplicativo nessa fase em que estamos. Nos próximos meses, devemos apresentar uma solução inovadora para celular, fazendo integração com aplicativos nativos”, completa Salomão.

 

Para mais informações, acesse www.virtuozo.com.br.

 


Outras noticias