Franquias e negocios
Pagina inicial / Notícias sobre franquias / Qual o tipo de empreendedor é você? /
data da postagem: 22/04/2016

Qual o tipo de empreendedor é você?

Desde os empreendedores natos aos que empreendem por necessidade, existem grandes diferenças



É impossível estabelecer um perfil padrão para o empreendedor. Cada um carrega suas próprias características. Suas visões, projeções e metas vão de acordo com o seu estilo de empreender. Afinal, você se encaixa em algum estilo?

 

Para entendermos a pergunta e podermos respondê-la, há de se pensar: “se não há um padrão, consequentemente existem características que me diferenciam para outro indivíduo que exerce a mesma função.” E isso é saudável. No mercado econômico e empreendedor contar com pessoas que pensam e operam da mesma maneira é sinônimo de uma normalização nos processos de execução. Ou seja, as ideias não cessarão, todavia, a maneira de executá-la será parelha, já que esses carregam as mesmas peculiaridades na hora de investir.

 

Tendo como base o livro Empreendedorismo na Prática, de José Dornelas, listamos alguns tipos:

 

Empreendedor de Natureza

 

São aqueles que desde sempre já tinham o “espírito empreendedor” consigo. Ou seja, esses indivíduos conseguem enxergar a oportunidade e administrá-la com extrema inteligente, transformando aquele projeto em negócios de sucesso.

 

O empreendedor de natureza (ou nato) carrega uma sabedoria empreendedora e uma dedicação, juntamente com a persistência de fazer dar certo. Conseguem entender o mercado que entram e, dentro dele, trazem maneiras novas e eficazes de gerenciamento.

 

 

Empreendedor Serial

 

É aquele que não contenta somente em ficar na gestão de um só projeto. O “serial” está sempre por dentro das novas tendências e novidades do mercado. Geralmente, participa de associações, palestras e eventos com frequência.

 

Tem a grande capacidade de montar equipes, de motivar os companheiros de trabalho e de saber “segurar a bronca”.

 

Você pode os encontrar tomando conta de vários projetos ao mesmo tempo. E não necessariamente de áreas semelhantes.

 

 

O Empreendedor Social

 

Sua principal meta é empreender de acordo com melhorias e adequações sociais. Quer transformar seus projetos em causas que auxiliem, de certa forma, na vida das pessoas.

 

Não que os outros tipos também não tenham essa preocupação, todavia, o “social” estabelece isso como uma meta a ser alcançada. Não visando somente o lucro, é ousado em suas inovações.

 

Está inserido em diversas causas sociais e sua maneira de pensar vai de acordo com a necessidade de melhorar algum quesito social.

 

 

O Empreendedor Por Necessidade

 

Como a própria denominação diz, ele começa a investir e empreendedor por – puramente – necessidade. Normalmente, o desemprego faz com que essas pessoas tenham que pensar em outras maneiras de ganhar dinheiro, já que, na maioria das vezes, não se contentam mais em continuar na posição de funcionários.

 

Mesmo com as diversas dificuldades que esses indivíduos encontram pelo caminho, o desejo de fazer “vingar” é grande. Com isso, após algum tempo de dedicação, chegam ao lugar objetivado.

 

Obviamente nem todos se enquadrarão nestes estilos na hora de empreender. E o empreendedorismo está mais presente na vida das pessoas do que elas pensam. Grande exemplo disso é o empreendedor informal, aquele que vende suas mercadorias e produtos em uma esquina, em semáforos, na rua e etc.

 

Também existe o empreendedor cooperado, aquele que empreende em conjunto, em prol de um bem comum; o individual; o franqueado; o corporativo; entre outros que compõem o mercado.

 

O espaço é amplo e inclusivo. Você não precisa, necessariamente, ser um empresário ou dono de uma empresa para ser um empreendedor. O ato de empreender não está ligado ao sucesso, e sim na motivação e execução de uma ideia.

 


Outras noticias